Representantes do Ministério Público visitam o HCU

Publicação: - 11/03/2019 - 16:12 - Última modificação 11/03/2019 - 16:13

 

O Hospital de Clínicas de Uberlândia da Universidade Federal de Uberlândia (HCU-UFU) recebeu hoje, 11, a visita dos Procuradores do Trabalho, Paulo Veloso e Eliaquim Queiroz, do procurador Federal, Cleber Eustáquio Neves e do promotor de Justiça de Defesa da Saúde, Lúcio Flávio de Faria e Silva, para conhecerem as áreas beneficiadas com verba de aproximadamente R$ 1,8 mil, proveniente de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).

Os procuradores e o promotor foram recepcionados pelo reitor da UFU, Valder Steffen Junior, pelos diretores do HCU-UFU e por representantes de setores da universidade e do hospital.

De acordo com a diretora técnica do HCU-UFU, Aglai Arantes, o valor do TAC foi aplicado em setores que necessitavam de adequações. “Estamos submetidos a vários órgãos regulamentadores, Anvisa e por consequência a Vigilância Sanitária, que verificam  as condições de trabalho e a qualidade do serviço prestado. Por isso, a adequação as normas é uma das prioridades na destinação das verbas”, ressalta.

Do valor total do TAC, R$ 800 mil foram destinados a reforma do telhado do Setor de Nutrição e Dietética (Senud), do bloco 2M que abriga a enfermaria de Queimados, o ambulatório de Transplante Renal, o laboratório de Função Pulmonar, o Pronto Socorro e áreas administrativas. Foi reformado também o telhado do alojamento médico.

No setor de Hemodiálise foram aplicados R$ 70 mil para a compra de duas máquinas de reprocessamento de capilares, que limpam e desinfetam os filtros individuais de sangue utilizados durante a hemodiálise e peças para manutenção das máquinas de hemodiálise, permitindo que o setor trabalhe com a sua capacidade máxima, que atualmente, é de 64 pacientes adultos.

A cozinha também recebeu investimentos da ordem de R$ 300 mil para a troca esquadrias de alumínio, telas em janelas, adequações de área física e para a compra de quatro câmaras frias.

Outras três áreas, entre elas a recepção do Ambulatório Central e o Pronto Socorro de Ginecologia, também serão beneficiados com a verba do TAC. Estas obras vão custar R$ 350 mil e R$ 140 mil, respectivamente, e devem ter início em breve.

Durante a visita, o reitor da UFU, Valder Steffen Junior,  agradeceu e destacou a importância da parceria com o Ministério Público.“É fundamental esta parceria. A universidade e o hospital carecem de diversos tipos de investimentos. O Ministério Público tem sido sensível às demandas permitindo que a gente possa fazer estas melhorias”, afirma.

O procurador do trabalho, Paulo Veloso, ressaltou os resultados obtidos com a verba do TAC.  “É gratificante verificar que a reversão teve este resultado. O resultado é concreto. E a visita de hoje serve também como uma prestação de contas de que o dinheiro revertido foi efetivamente e corretamente aplicado dentro dos projetos que foram apresentados para o Ministério Público”.

Além das reformas realizadas com a verba do TAC, o reitor e a direção do HCU-UFU entregaram a obra de climatização da Central de Materiais e Esterilização. Uma reivindicação antiga dos funcionários. A instalação do sistema de ar condicionado vai permitir melhores condições de trabalho para os funcionários do setor. Foram investidos R$ 660 mil com a compra do equipamento e obras para instalação, com recurso próprio.