Cardiologia

            A linha de cuidado em Cardiologia (LCC) foi inaugurada em julho de 2013 com o objetivo de pensar em rede sobre o processo do cuidado do paciente com IAM e doenças do miocárdio. De acordo com Datasus (2010), no Brasil as doenças cardiovasculares ainda permanecem como a primeira causa de mortalidade proporcional, responsáveis por 29% dos óbitos. O infarto agudo do miocárdio (IAM) é a segunda causa de morte mais frequente (7%). No sistema público de saúde a mortalidade hospitalar dos pacientes internados por IAM mantém-se persistentemente elevada: em média 16,2% em 2000, 16,1% em 2005 e 15,3% em 2010.

         A elevada mortalidade no sistema público de saúde brasileiro é atribuída às dificuldades no acesso do paciente com IAM ao tratamento em terapia intensiva, aos métodos de reperfusão e às medidas terapêuticas estabelecidas para o IAM. (UFMG, 2012). Mediante essa problemática, a Portaria 2994 de 2011 aprovou a Linha de Cuidado do Miocárdio e o Protocolo de Síndromes Coronarianas Agudas do Infarto Agudo com o intuito de reduzir a ocorrência das doenças cardiovasculares, bem como pela necessidade de padronizar o tratamento da SCA no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) e principalmente, otimizar o atendimento ao paciente, desde o diagnóstico precoce até o tratamento adequado e em tempo hábil. Dessa forma, a implantação da Linha de Cuidado neste município representa um considerável avanço no que se refere ao remodelamento de atenção à saúde.

 

Coordenador: Luciano Martins da Silva

email: lmsluciano5@yahoo.com.br

Linhas de Cuidado