Home - Renatrans

 

Conceitua-se pesquisa translacional como sendo toda a pesquisa que tem seu início na ciência básica e sua conclusão na aplicação prática do conhecimento apreendido. Basicamente é uma área de estudo que visa agilizar a transferência de resultados de pesquisa básica para pesquisas clínicas, a fim de produzir benefícios para a comunidade como um todo. A história da translação de conhecimentos para utilização na área médica é muito antiga. Podemos citar as realizações de Louis Pauster na microbiologia que influenciaram as técnicas antissépticas que continuam até hoje. 

No Brasil podemos citar o isolamento do veneno da Jararaca por Sérgio Henrique Ferreira - na década de 60 - que no futuro seria o Captopril, como uma utilização da medicina translacional. Assim, com o advento da pesquisa translacional se observa uma continuidade do trabalho do pesquisador com a articulação entre o laboratório (onde se desenvolve as descobertas da ciência base) e a clínica (onde se realizam as aplicações práticas).